Tamanho 42 Não é Gorda - Meg Cabot

on terça-feira, 14 de setembro de 2010


Tamanho 42 Não é Gorda
Meg Cabot
Galera Record
411 páginas
ISBN: 8501075337

Esse é um livro que eu tinha muita vontade de ler há muito tempo, mas o preço dele estava bem salgadinho (geralmente a linha adulta da Meg é meio cara), até que minha amiga comprou e eu tive que ter a chance de o ler!

Heather Wells é uma ex-cantora POP adolescente, com 28 anos e manequim 42, acha que a vida não pode ser pior para ela. Nenhuma gravadora se interessa por suas músicas, sua mãe e seu ex-empresário fugiram juntos para a Argentina com todo o seu dinheiro, e agora ela mora no mesmo apartamento do seu ex-cunhado, e atual dono de seu coração, a não ser por um detalhe: ELE NÃO SABE DISSO! Heather agora trabalha como uma inspetora de uma faculdade, e sua rotina muda da noite para o dia, quando uma aluna é encontrada morta no poço de elevadores da faculdade. Então ela começa uma louca e perigosa aventura, para descobrir quem é o tal assassino, mas ela vai descobrir que virar detetive do dia para noite pode ser fatal.

Sempre que leio Meg fico muito empolgado, acho que é por ela ser minha escritora favorita e tudo o mais. E faz tempo que não lia nada dela. No começo do ano até tentei ler o “Aprendendo a Seduzir” que ela escreveu sobre o pseudônimo de Patrícia Cabot, mas não sei o que aconteceu que a narrativa não me envolveu e a história estava tão massiva que tive que abandonar. Fiquei tão triste pelo fato, e quando peguei “Tamanho 42...” estava meio que com receio de me decepcionar mais uma vez, mas não me decepcionou.

A Heather é muito engraçada e tem uma personalidade bem forte, é muito fácil simpatizar com essa ex-cantora. Esse é um livro com muitos personagens, uns você ama, outros odeia. Mas é isso o que Meg Cabot faz em seus livros.

Eu amei a ambientação desse livro, por ser em Nova York que eu adoro (mas nunca fui ta gente!) e me faz pirar, sempre fico imaginando as cenas naquelas praças onde tem várias árvores, pessoas felizes caminhando para todos os lados, casais apaixonados etc. (chega, to viajando aqui!).
Durante toda a leitura fiquei encucado para saber quem era o assassino, passava uma página e pensava que era uma pessoa, mas no capítulo seguinte já tinha outra pessoa em mente, e no fim foi uma pessoa que eu NUNCA esperava. Viva a Meg e suas ideias totalmente maravilhosas.

 Fico imaginando onde é que Meg Cabot vai procurar essas inspirações para escrever seus livros. Sério mesmo, ela tem série para: Crianças, Adolescentes e até Adultos, mas nunca se perde, e matem uma linha de raciocínio tão legal que não nos deixa desgrudar até acabar.

Esse livro é o primeiro da série Heather Wells, o segundo também já foi lançado aqui no Brasil (até mês que vem faço resenha) e se chama “Tamanho 44 Também não é Gorda”, e lá nos EUA já tem a continuação “Big Boned”. Então se você ainda não leu esse livro corra já para a livraria, biblioteca, prateleira do/a amigo/a (Meu caso!), mais próxima e divirta-se com essa história eletrizante e totalmente engraçada. 

4 comentários:

Bruub´s disse...

haha EURI!!
vc sabe que vai ser o proximo néé??

curvemos ante a rainha MEG!!!

Karlinha disse...

Nossa amigo, eu amo suas resenhas. E fico tão feliz porquê vc escreve super bem, adorei^^ Tó doida para comprar esse livro. Mas caracas..todos os livros da Meg são caros ( que raiva)

Etiene Rocha disse...

Sério, a meg é idola! a mulher daqui a pouco vai virar uma nora roberts da vida rsrsrs a quantidade de histórias que ela escreve é impressionante e todas super criativas. quero ler esse livro também vou adiciona na minha lista de natal auhauhuahauha

leitoracompulsiva disse...

Como todos os livros da Meg, esse é maravilhoso!! Já tenho o segundo livro mas ainda não consegui encaixá-lo na minha lista de próximas leituras!! Tá difícil!!!
Adorei a resenha
Beijos
Camila

Postar um comentário

Quer fazer um blogueiro feliz? Comenta aí! :D