Fazendo meu Filme: A estreia de Fani - Paula Pimenta

on terça-feira, 28 de setembro de 2010
Fazendo meu Filme: A estreia de Fani
Paula Pimenta
Editora Gutenberg
336 páginas
ISBN: 9788589239844

É brasileiro, é encantador e a narrativa parece muito com a da Meg Cabot. Fazendo Meu Filme, é um livro que eu li e me apaixonei instantaneamente. É o melhor livro teen nacional!

Fani é um garota normal de 16 anos e que vive em Belo Horizonte, ela vai ao shopping, conversa no MSN, no telefone e é viciada em filmes. Sua história começa a se desenrolar a partir que sua mãe a inscreve em um programa de Intercâmbio e logo em seguida ela é aceita. A partir daí sua vida gira entorno da viagem e é bem quando ela descobre que o amor da sua vida está bem ao seu lado.

Tudo se resume há: Antes e depois de Fazendo Meu Filme.

Eu NUNCA imaginei que fosse gostar TANTO de um livro brasileiro. Quando o burburinho em cima de FMF começou na blogosfera, na hora eu quis ler, não só pela capa que já chama muita a atenção, mas por uma sinopse que te faz querer pegar o livro e ler ali mesmo na livraria.

Inevitável não voltar à adolescência e reviver tudo na perspectiva da Fani, lendo o livro, o primeiro amor, a primeira festa da turma. E tudo isso passando horas no MSN e no telefone.

Os personagens são muito bons, desde a Fani, passando pela Gabi, Nathália e chegando ao Léo. Eles podem muito bem ser a turma que anda com você, e dá para perceber que neles não há superficialidade.

É um livro com 55 capítulos, e cada um deles é um título de algum filme, que se encaixa direitinho no contexto vivido pela Fani. Alguns filmes citados são: As Patricinhas de Bervely Hills, Enquanto Você Dormia, Moulin Rouge, Para Sempre Cinderela, O Diário da Princesa entre outros. Como a Fani classifica cada filme seu por estrelinhas, eu peguei a mania e todos que vejo saio classificando.

Outra coisa totalmente DEMAIS são as playlists que a Paula criou, com músicas nacionais e internacionais, que expressam o que os personagens estão sentindo. Eu baixei música por música e ouço sempre!

A Paula escreve de um jeito que é impossível de largar o livro, são tantos detalhes feitos com carinho para nós leitores. Não é apenas mais uma história, são sentimentos transcritos em cima de palavras e personagens. É por tudo isso que a Paula Pimenta é considerada a nossa Meg Cabot brasileira.

E se você ainda não leu Fazendo Meu Filme, está esperando o que para correr até a livraria, biblioteca, prateleira do/a amigo/a mais próxima e começar a ler? Você não vai se arrepender.

Quem quiser saber mais:

6 comentários:

£ädÿ disse...

"Eu NUNCA imaginei que fosse gostar TANTO de um livro brasileiro. " paguei minha lingua ao pensar isso mais de uma vez. FMF é mais uma prova de que dá pra gostar sim, e MUITO da literatura brasileira :D
amei a resenha :)

Etiene Rocha disse...

Amei a resenha Will...
nossa você resumiu super bem a essência do livro.
Eu só li os dois primeiros capítulos e me apaixonei.
Bom demais, a Fani pensa muito parecido comigo no inicio...rsrs
bjs

Vício de Cultura disse...

£ädÿ: Lari, esse foi o livro que me fez pegar amor pela literatura brasileira, é sério NUNCa pensei que o Brasil fosse capaz disso. Paguei minha lingua MESMO! :)

Vício de Cultura disse...

Etiene Rocha: Ah que bom que você gostou da resenha Eti. Você tem comprar e LER, chega a ser viciante. Então já compra o 1º e o 2º! hehehe Bjos

Anônimo disse...

Quando eu li o primeiro livro, comecei a ler e não quis parar mais. Eu simplesmente AMEI o livro e não tenho palavras pra descrever o quanto ele é bom. Já li até o 3º. Por que a Paula não lança logo o 4º pra não me deixar ansiosa???

Vício de Cultura disse...

Anônimo: Eu amo essa série e já li o segundo também, mas como sei que vai demorar para lançar o 4º, quer dizer Outubro do ano que vem. Então vou ler o 3º só depois! hehehe

Postar um comentário

Quer fazer um blogueiro feliz? Comenta aí! :D